19 de abril de 2015

Depilação à cera!

Olá galera, tudo bom?


Como uma boa pessoa independente que pretendemos ser a gente precisa se cuidar também né? Não adianta querer cuidar da casa, das finanças, do trabalho e se deixar de lado. Hoje eu vou falar sobre a depilação.

Muita gente às vezes fica meio perdida com relação a isso pelo fato de existirem mil e uma formas pra esse procedimento. Muita gente ainda não escolheu pra si qual é o melhor método pra se fazer isso, então vou tentar tirar algumas dúvidas sobre isso e separando os assuntos por posts.

O assunto de hoje vai ser a depilação com cera quente e fria!





Cera quente:
Se você é uma pessoa que sente MUITA dor, essa é a cera mais indicada pra você, por incrível que pareça. O calor que essa cera tem age como um anti-inflamatório e ajuda a dilatar os poros facilitando a retirada dos pelinhos. 


Porém esse tipo de depilação exige alguns cuidados, por exemplo, após a depilação é recomendada a não exposição ao Sol sem o uso de protetor solar pois existe o risco de manchar a pele, o que não é legal, né? Outra recomendação é hidratar bem a pele pra que os pelinhos não encravem porque com o uso frequente a cera quente deixa os pelos bem fracos. Se a sua pele estiver seca ou áspera o pelo não vai ter força pra rompê-la e irá encravar.


Se estiver com vergonha de ir a um centro de estética, relaxa que você vai poder fazer em casa mesmo. Existem vários produtos no mercado, mas o que eu acho mais prático é a cera quente da marca veet que vai ao microondas.

Cera fria:
Tenho uma história com a cera fria Hahahah Sou muito cagona pra essas coisas de dor. Fiz uma depilação com cera quente uma vez e senti dor demais, mas dor de chorar, mas não por causa da cera em si, mas porque ela tava quente. 


A inteligente aqui pensou que com cera fria seria melhor e tal... Bom, até foi com relação ao calor, mas acho que quando você pede pra sua prima fazer a depilação em você, tu já tem que partir do princípio que não vai ser muito legal. Pedi pra ela fazer nas minhas axilas e eu cheia de coragem achando que ia ser fácil, fácil. A gente fez todos os preparativos, me preparei psicologicamente e combinamos que ela ia puxar no 3, mas toda vez que ela ia puxar eu mandava parar. Ficamos 20 minutos nessa, até o momento que ela me agarrou e puxou à força. Não foi a melhor das experiências Hahahah


Mas vamos ao que interessa, a cera fria não tem as mesmas funções "analgésicas" que a cera quente justamente por ser fria. Normalmente ela é mais escolhida por quem tem muita sensibilidade ao calor (eu) e quer uma coisa mais prática. Mas atenção, ela só deve ser usada quando seus pelos estiverem grandinhos e aplique segundo as instruções porque se não os pelos podem ficar quebrados.

Bom, espero ter ajudado! Comentem aqui qual desses dois métodos vocês preferem. Um beijo e até amanhã!

4 comentários:

  1. kkk Achei muito hilário esse teu momento com a cera fria. Realmente, pras primeiras vezes dói. Já fiz depilação com cera quente num desses centros onde tem um monte de cabine e a gente não precisa marcar. Não acreditem quando disserem que não dói mas, na minha opinião é a que sai mais perfeita. No caso da cera fria, a cada puxada é um susto.
    Eu me adaptei mais com o aparelho elétrico. Com ele faço axilas, pernas e até virilha, tomando os devidos cuidados.

    Adorei seu post. Estou anciosa para o próximo. Beijos e Boa Sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! O aparelho elétrico é assim: ou você ama ou você odeia Hahahaha Beijos!

      Excluir
  2. Muito bom, no aguardo de novos posts

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Espero você nos próximos, hein! Beijos!

      Excluir